Telefone + 55 (11) 3564-3031  |  Email comercial@h2xtech.com.br
Facebook Youtube Linkedin

O que faz um bom Lighting Designer?

(0)
Categoria:
7 de Julho de 2017

 

O design de iluminação é uma disciplina técnica com um resultado estético. Para executar e conseguir esses dois aspectos e realizar excelentes soluções de iluminação, um bom lighting designer precisa ter profundo conhecimento do que é tecnicamente possível. Isso pareceria ser simples, já que as qualidades específicas da luz podem ser medidas e cientificamente provadas, o que nos leva a afirmar que podem ser aprendidas da mesma maneira que estudantes aprendem vocabulário ou fórmulas matemáticas.

Entretanto, antes que uma solução de iluminação possa ser criada, tem que haver um projeto ou uma fase de conceito. Já que o design é uma disciplina criativa e, assim, dependente de fatores emocionais e individuais, é muito difícil condensar a arte em um conjunto de normas e é impossível traduzi-la numa lista de padrões.

​O design puramente técnico pode resultar em um bom design de iluminação, mas isso não pode ser garantido. Ninguém sonharia em determinar a qualidade da arquitetura medindo a construção, ou o design de uma cadeira mensurando seu peso. Da mesma maneira, luz não é uma simples questão de número de lux por metro quadrado ou de quanta eletricidade ela consome. O design de um Mercedes Benz é pobre apenas porque ele usa muito combustível?

O design de iluminação depende mais da percepção do que de outras disciplinas. 80% da informação que um ser humano entende é via percepção visual. Isso significa que a qualidade de um espaço é dependente da iluminação em 80%. A iluminação define os limites espaciais e de volume. A luz revela cores e contrastes. Se um lighting designer seleciona uma fonte de luz com um mau índice de renderização de cores, ele inevitavelmente reduz a habilidade dos usuários de reconhecer cores. Os designers que trabalham com luz colorida, possivelmente como parte de uma solução dinâmica de iluminação, mudam e transferem a arquitetura existente em seu ambiente natural. Isso pode ser impressionantemente atrativo num sentido positivo, mas quando usado em excesso pode apenas resultar em ruído visual, que posiciona camada sobre Por Joachim Ritter Tradução de Daniela Giuntini camada de um novo significado de espaços e estruturas e, assim, torna cada mais difícil para nós lermos a arquitetura.

Um bom lighting designer é, conseqüentemente, alguém que tenha um entendimento de exigências humanas e espaço arquitetônico. É uma vantagem enorme se um lighting designer possuir uma consciência da biologia humana bem como um conhecimento de arquitetura. Um elemento essencial para definir a qualidade de qualquer espaço é a iluminação natural – a luz do dia e a escuridão que temos à noite. Nenhuma fonte de luz artificial pode substituir a qualidade da luz natural. Essa é a razão pela qual nós sempre recorremos a uma situação de luz natural quando julgamos a qualidade da luz artificial.

Um bom lighting designer é, conseqüentemente, alguém que entenda o significado da luz para saúde física e mental dos humanos, leva em consideração as diferenças culturais e os gostos, e pode incorporar todos estes aspectos em seu projeto para criar espaços em que nossa sensação de bemestar é realçada e as características principais do espaço arquitetônico são sublinhadas. Além disso, o design precisa ser tecnicamente praticável e sustentável, no sentido que os produtos e a energia são usados moderadamente.

O design de iluminação não é uma disciplina que possa ser aprendida ou praticada sem um profundo conhecimento específico, que pode ser obtido dentro da estrutura de um programa detalhado do estudo, ou sem uma série de tentativas e experiências de erros através dos anos. Aqueles que mantêm de outra maneira podem ser apenas descritos como charlatões ou designers que estão unicamente atentos em provar o que é tecnicamente possível. O design de iluminação exige ser compensado em taxas adequadas e ser reconhecido como uma profissão qualificada.

Joachim Ritter é Editor-chefe da Professional Lighting Design, fundador e membro da Associação Européia de Designers de Iluminação, ELDA+. www.pldplus.com

Tradução de Daniela Giuntini

Fonte: Lume Arquitetura

Créditos da imagem: Light artist Herman Kuijer